Termina em Angola campanha de vacinação contra polio

29 outubro 2010

O país de língua oficial portuguesa está entre as 15 nações africanas que usufruem esta semana de uma iniciativa de vacinação contra a polio; os organismos internacionais falam em erradicação da doença, no entanto, quatro países continuam endémicos.

Susete Sampaio, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A África esta a tentar expulsar a poliomielite, nesta semana, quando 15 países realizam uma campanha de vacinação massiva destinada a 72 milhões de crianças. Em Angola, a campanha, de dois dias, termina esta sexta-feira.

No total, 290 mil agentes de saúde foram mobilizados para o atendimento porta a porta, com um tratamento de duas gotas de vacina da poliomielite a cada criança abaixo dos cinco anos. As áreas escolhidas são consideradas de "alto risco" de transmissão da doença.

Angola

Um surto de poliomielite em Angola, com 25 casos registados passou a fronteira e afetou a Republica Democrática do Congo, que contabilizou 28 casos. Estes dois países representam a maior ameaça em termos da doença em todo o continente africano, com 48 dos 58 casos totais verificados nos últimos seis meses.

O Governo angolano tomou medidas para colmatar as deficiências de cobertura da vacinação numa campanha do primeiro dia de Outubro, e que viu a percentagem de crianças desaparecias no reservatório de Luanda, diminuir de 30 para 13%, enquanto, a percentagem nacional passou de 15 para 8%.

Vacinação

O diretor da região africana da Organização Mundial da Saúde Africana, Luis G. Sambo, referiu as etapas percorridas pelo país e pela República Democrática do Congo, para colmatar essas lacunas, tendo o ministro da saúde angolano ido presencialmente vacinar crianças nas ruas da capital angolana, durante este mês.

Sambo disse que em África, presenciam neste momento"o apoio essencial do governo que pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso. Mas muito mais fica por fazer para preencher as lacunas se tiverem de proteger as conquistas conseguidas neste ano".

O tratamento nos 15 países, através desta Iniciativa Mundial de Erradicação da Poliomielite, vai custar cerca de US$ 42,6 milhões, recolhidos entre a Fundação Melinda & Bill Gates e os Centros Americanos para o Controlo e Prevenção de Doenças, CDC. O projeto é apoiado ainda por Usaid, Rotary Internacional, o Unicef e os governos alemão e japonês.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud