Cheias afetam mais de 1,8 milhão na África Central e Ocidental

27 outubro 2010

O Benim é o mais afetado até ao momento; ONU prevê uma ajuda de emergência para este país e as demais nações atingidas pela catástrofe.

Susete Sampaio, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As cheias na África Central e Ocidental atingiram mais de 1,8 milhão de pessoas.

A catástrofe natural matou cerca de 400 pessoas, de acordo com a informação dada esta terça-feira pelos agentes humanitários das Nações Unidas.

Recursos Financeiros

A porta-voz do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação dos Assuntos Humanitários, Ocha, Elisabeth Byrs, disse aos jornalistas em Genebra, que são necessários mais recursos financeiros para responder à situação na África Ocidental, onde mais de 1,6 milhão de pessoas foram afetadas e 307 perderam as vidas.

No entanto, até ao fim da semana será lançado um apelo de urgência para o Benim, que é considerado o país africano mais afetado pelas cheias, com 700 mil pessoas atingidas, segundo Byrs.

O Programa Alimentar Mundial, PAM, prepara-se para ajudar 385 mil africanos e alojar 13 mil famílias, com o fornecimento de comida em reservas para mais de dois meses. Essa ajuda alimentar já começou e é constituída por cestas de milho, azeite, sal e feijão.

As crianças recebem uma atenção especial, com rações suplementares de leite e uma pasta de amendoim rica em proteínas.

Afetados

Elisabeth Byrs, informou que o Fundo de Resposta de Emergência Central, Cerf, doará US$ 4 milhões para as vítimas da catástrofe.

Os números apontam para 230 mil pessoas afetadas pelas cheias na África Central, dos quais se verificaram 90 mortos.

Foram contabilizados 52 mil casos de cólera nessa região desde Junho, de acordo com estatísticas da Organização Mundial da Saúde.

Os Camarões receberam do Cerf US$ 650 mil para a luta contra a cólera, conhecida como uma infeção intestinal causada pela ingestão de água ou alimentos contaminados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud