Aprovado projeto da ONU para combater violência de gênero no Haiti
BR

7 outubro 2010

Ao todo, Comissão Interina para a Recuperação do Haiti concedeu aval para 18 iniciativas que juntas, vão custar US$ 777 milhões; projetos foram aprovados pelo Primeiro Ministro da ilha caribenha, Jean-Max Bellerive e pelo enviado especial da ONU ao Haiti, Bill Clinton.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Uma iniciativa das Nações Unidas para combater a violência de gênero no Haiti e outra para melhorar o sistema educacional do país estão entre 18 projetos aprovados nessa quarta-feira. As propostas fazem parte dos esforços para ajudar na reconstrução da ilha caribenha, devastada após o terremoto de janeiro.

Os novos projetos tem valor total de US$ 777 milhões, quase R$ 1,3 bilhão e foram aprovados pela Comissão Interina para a Recuperação do Haiti. O grupo é co-presidido pelo Primeiro Ministro do país, Jean-Max Bellerive e pelo enviado especial da ONU para o Haiti, o ex-presidente americano Bill Clinton.

Unicef

A proposta do Unicef para combater a violência de gênero terá o custo de US$ 10 milhões. Outra iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância, de US$ 25 milhões, visa melhorar a infraestrutura do ensino e limpar os entulhos em escolas que ficaram danificadas com o terremoto.

A verba será destinada também à construção de 200 estações semi-permanentes de ensino e à ajuda para a construção de escolas primárias.

A Comissão Interina para a Recuperação do Haiti foi estabelecida em abril para coordenar a reconstrução da ilha e até agora, já aprovou 49 projetos.

O terremoto que afetou o Haiti em 12 de janeiro fez mais de 200 mil mortos e deixou mais de 1 milhão de pessoas desabrigadas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud