Unesco estuda impacto de climas extremos sobre economia
BR

28 setembro 2010

Agência da ONU analisa efeitos de inundações, secas e ciclones na estabilidade sócio-econômica de regiões inteiras.

Anelise Borges, da Rádio ONU em Paris.

 A Unesco está organizando um workshop para analisar o impacto de eventos climáticos extremos na estabilidade social e econômica de regiões.

O evento vai até o dia 29 de setembro e pretende, também, estudar a aplicação de métodos mais avançados para a previsão de desastres naturais.

Mudanças Climáticas

Os fenômenos climáticos extremos como secas, inundações, ciclones, tempestades marinhas e mudanças no nível do mar têm um impacto desastroso sobre condições sociais e econômicas. Eles resultam em mortes e perdas monetárias e afetam a estabilidade econômica de muitas áreas.

Apesar do progresso na compreensão do tempo e de eventos climáticos extremos, as suas estimativas ainda são muito imprecisas. Um dos objetivos do workshop é explorar novas técnicas de previsões meteorológicas; mais avançadas e precisas e analisar as possibilidades de colocá-las em prática.

Várias atividades supervisionadas pelo Programa Hidrológico Internacional, PHI, da Unesco visam a gestão dos recursos hídricos e a capacitação para estimativas precisas de eventos extremos.

Segundo a Unesco, as práticas de gestão de água existentes não podem enfrentar as variações climáticas atuais e definitivamente não vão ser capazes de gerir os impactos das futuras mudanças climáticas no abastecimento de água e energia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud