ONU condena assassinato de candidato nas eleições afegãs
BR

30 agosto 2010

É o quarto candidato parlamentar a morrer na província de Herat; a votação está marcada para 18 de setembro.

[caption id="attachment_168962" align="alignleft" width="175" caption="Quarto candidato a morrer"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, condenou o assassinato de mais um candidato às eleições parlamentares, marcadas para 18 de setembro.

O crime ocorreu no sábado, na província de Herat, e ainda não se tem informações sobre os assassinos.

Famílias

É o quarto candidato ao Parlamento a morrer durante a campanha, no oeste do Afeganistão. Ainda na mesma região foram mortos cinco homens que estavam apoiando a candidatura de uma mulher. 

A Unama enviou notas de pesar às famílias das vítimas e exigiu que os assassinos sejam levados à justiça.

Para a ONU, os crimes são uma intimidação violenta dos candidatos e de seus eleitores e correligionários.

A Missão da ONU pediu às forças de segurança do Afeganistão que estejam em alerta máximo durante as próximas semanas que antecedem a votação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud