ONU cria posto de responsável pelo combate aos piratas

27 agosto 2010

Antigo ministro da cultura francês vai ocupar cargo de assessor da ONU para a pirataria; medida faz parte das propostas para controlar os assaltos armados na costa da Somália.

[caption id="attachment_184033" align="alignleft" width="175" caption="Jack Lang e Ban Ki-moon"]

João Rosário, da Rádio ONU em Lisboa.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou a criação do cargo de assessor para assuntos de pirataria na costa da Somália.

O posto será ocupado pelo jurista e ex-ministro da Cultura da França, Jack Lang.

Propostas

A confirmação do nome de Lang foi feita pelo porta-voz de Ban, Martin Nesirky, em Nova Iorque.

Lang trabalhará com os Departamentos Legal e de Assuntos Políticos da ONU.

A medida é parte de um conjunto de sete propostas feitas por Ban Ki-moon ao Conselho de Segurança com o objetivo de combater a pirataria na Somalia.

Experiência

Jack Lang, de 70 anos, foi professor de Direito Internacional, ministro da Cultura e Educação, no fim da década de 80, e enviado da França para a Coreia do Norte.

Desde Janeiro, já houve mais de 130 incidentes com piratas na costa da Somália.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud