Missão na Côte d’Ivoire apela à calma para haver eleições (Português África)

25 agosto 2010

Clima de tensão e agressões põe em risco a tranquilidade necessária para o processo eleitoral, avisa a ONU; escrutínio continua sem data marcada.

João Rosário, da Rádio ONU em Lisboa.

A Missão da ONU na Côte d'Ivoire, Unoci, afirmou que há um gradual aumento da tensão verbal e dos confrontos físicos à medida que evolui a fase judicial do contencioso no país.

A Unoci entende que se o clima actual continuar, poderá comprometer os avanços alcançados na condução do processo eleitoral.

Serenidade

A Côte d'Ivoire está em processo de unificação após a sua divisão, em 2002, entre o norte, controlado pelos rebeldes e o sul administrado pelo governo.

A missão faz um apelo urgente para que regresse a calma e a serenidade com vista à manutenção e consolidação de um ambiente eleitoral com paz.

No mesmo espírito, a missão da ONU na Côte d'Ivoire encoraja as autoridades, os actores políticos e as populações a aplicarem e a respeitarem a lei.

As eleições no país ainda não têm data marcada, depois de terem sido adiadas por diversas vezes desde 2005.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud