OMS e Unicef celebram semana mundial da amamentação

2 agosto 2010

Para lembrar a importância do leite materno na saúde e desenvolvimento das crianças, as duas agências da ONU lançam o programa de dez passos para a amamentação com sucesso; OMS lembra que se amamentar salva milhões de vidas.

João Rosário, da Rádio ONU em Lisboa.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, e o Fundo das Nações Unidas para Infância, Unicef, marcaram o início da Semana Mundial da Amamentação com um programa de 10 passos para ajudar as mães a alimentar com sucesso os seus filhos com o leite materno.

Segundo a OMS, o leite materno é o alimento ideal para os recém-nascidos e para a primeira infância uma vez que são só é saudável como fornece os nutrientes necessários para que tenham um bom desenvolvimento.

O leite materno contém ainda anticorpos que protegem os bebés das doenças comuns da infância.

Exemplos

Desenvolvido pela OMS e pelo Unicef, o programa de Dez Passos para Amamentar com Sucesso destina-se a providenciar uma alimentação correcta para todas as crianças desde o nascimento e está em vigor em hospitais de mais de 150 países.

Entre os passos está a ajuda às mães a amamentarem logo na primeira hora depois do parto ou proporcionar que as mães e os filhos fiquem juntos as 24 horas ou ainda que os bebés não sejam sujeitos a mamilos artificiais ou a chupetas.

Embora muitos países estejam a pôr em prática a exclusividade da amamentação durante os primeiros seis meses de vida, a OMS acredita que é crucial aumentar o número de bebés e crianças a serem alimentados com o leite materno como forma de melhorar a sua alimentação e saúde.

Insuficente

A organização revela que há demasiadas mulheres que param de amamentar poucas semanas depois do nascimento dos filhos por várias razões, entre elas a falta de informação sobre os benefícios do leite materno.

A directora do Departamento de Saúde e Desenvolvimento das Crianças e Adolescentes da OMS, Elisabeth Mason, disse que, a nível mundial, apenas cerca de 35 por cento das crianças entre os 0 e os seis meses são amamentadas como forma exclusiva de alimentação.

Mason declarou que se todos os bebés fossem alimentados exclusivamente pelo leite das mães nos primeiros seis meses de vida e só depois lhes fossem dados suplementos nutritivos ao mesmo tempo que o leite materno até aos dois anos de idade, salvar-se-iam mais 1,5 milhão de crianças com menos de cinco anos anualmente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud