Brasil vai crescer 7,6% em 2010, diz Cepal

22 julho 2010

Na América Latina e Caribe, aumento será de 5,2% este ano; Cepal diz que os países com destaque foram aqueles que tiveram maior capacidade de implementar políticas públicas, manter mercados internos fortes e exportar para a Ásia.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

Um relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, Cepal, mostra que a região deve crescer 5,2% em 2010.

Segundo o órgão, as maiores altas devem ser observadas na América do Sul, lideradas por economias como o Brasil, Uruguai e Paraguai. A expectativa é de crescimento de 7,6% só para o Brasil.

Destaque

A Cepal diz que os países com destaque foram aqueles que tiveram maior capacidade de implementar políticas públicas, manter mercados internos fortes e exportar para a Ásia.

Os desempenhos serão menores no Equador, Nicarágua e Guatemala. Na Venezuela, o índice será negativo em 3%.

A economia do Haiti também deve registrar queda, com previsão de -8,5%, resultado dos efeitos do terremoto de janeiro.

Desemprego

A expectativa positiva para a América Latina e o Caribe, de acordo com a Cepal, consolida a recuperação iniciada na segunda metade de 2009.

Outra consequência será a redução do nível de desemprego, que deve terminar o ano com taxa de 7,8%. No ano passado, o índice foi de 8,2%.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud