Ban condena atentados sangrentos no Uganda (Português África)

12 julho 2010

Segundo agências de notícias, as bombas explodiram em dois locais da capital Kampala, onde pessoas assistiam à final do mundial de futebol na África do Sul, causando pelo menos 74 mortos; num comunicado, Ban Ki-moon disse esperar que os perpetradores sejam capturados e levados à justiça.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou de forma enérgica o que descreveu de atentados cruéis que provocaram dezenas de mortos e centenas de feridos este domingo em Kampala, capital do Uganda.

Segundo agências de notícias, as bombas explodiram em dois locais da cidade, onde as pessoas assistiam à final do mundial de futebol na África do Sul, causando pelo menos 74 mortos, incluindo ugandeses e nacionais de outros países.

Ameaças

As mesmas fontes indicam ainda que o grupo islamista somali al-Shabad já reivindicou a autoria dos atentados. A organização vinha ameaçando o Uganda devido à presença de forças do país na missão de paz da União Africana na Somália.

No comunicado divulgado pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon disse esperar que os perpetradores sejam capturados e levados à justiça.

Ele enviou também as suas sentidas condolências às famílias das vítimas, ao povo e governo do Uganda. O Secretário-Geral deseja ainda uma recuperação plena e rápida às pessoas que sofreram ferimentos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud