Conselho de Segurança prorroga mandato da Onuci na Côte d’Ivoire

30 junho 2010

Órgão máximo das Nações Unidas adoptou por unanimidade uma resolução que dá à missão da ONU um mandato para monitorar grupos armados e o embargo à venda de armas, proteger civis, promover o processo de paz, proteger direitos humanos e apoiar os esforços humanitários.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança prorrogou esta quarta-feira o mandato da missão da ONU na Côte d'Ivoire, Onuci e da força militar francesa que a apoia, até o fim do ano.

A decisão enquadra-se nos esforços para reforçar a capacidade da organização na consolidação da paz naquela nação da África Ocidental.

Resolução

O órgão máximo das Nações Unidas adoptou por unanimidade uma resolução que dá à Onuci e aos militares franceses um mandato para monitorar grupos armados e o embargo à venda de armas, proteger civis, promover o processo de paz, proteger direitos humanos e apoiar os esforços humanitários.

A missão foi também mandatada para ajudar na organização de eleições livres e justas, várias vezes adiadas e contribuir para o processo de identificação eleitoral da população.

O Conselho de Segurança autorizou a Onuci a usar todos os meios necessários para implementar o seu mandato e pediu a todas as partes para cooperarem com a missão.

Processo de Paz

A resolução aprovada esta quarta-feira estabelece a capacidade militar da operação em cerca de 7,3 mil militares. O conselho manifestou a sua intenção de considerar um aumento temporário de tropas, no período pré e pós eleitoral.

A Onuci foi criada em 2004 para facilitar o processo de paz no país oeste-africano, que tinha sido dividido dois anos antes entre o sul controlado pelo governo e o norte administrado pelos rebeldes das Forças Novas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud