Holmes saúda novo esforço para acabar com atrocidades do LRA

26 maio 2010

Lei americana promove a estabilização e paz duradoira no norte do Uganda e outras áreas afectadas por acções do grupo rebelde, através de uma estratégia regional de apoio a esforços para proteger civis e eliminar a ameaça do movimento.

[caption id="attachment_160101" align="alignleft" width="175" caption="John Holmes"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O coordenador humanitário das Nações Unidas, John Holmes, saudou esta quarta-feira a aprovação, pelo presidente americano Barack Obama, de um decreto-lei sobre o desarmamento do grupo rebelde, Exército de Resistència do Senhor, LRA e a reconstrução do Uganda.

O instrumento legislativo promove a estabilização e paz duradoira no norte do país e outras áreas afectadas por acções do LRA, através de uma estratégia regional de apoio a esforços para proteger civis e eliminar a ameaça do movimento rebelde.

Massacres

John Holmes encontra-se actualmente no Sudão após uma missão de quatro dias ao Chade.

Durante uma visita à República Democrática do Congo, o mês passado, ele deslocou-se a Niangara, palco de massacres do grupo em Dezembro do ano passado e onde mais de 280 mil pessoas permanecem deslocadas em circunstâncias difíceis.

O Exército de Resistência do Senhor matou cerca de 1,8 mil civis e sequestrou 2,3 mil, incluindo mais de 800 crianças, desde finais de 2007, só na República Democrática do Congo.

Holmes disse que durante a visita encontrou-se com uma mãe de quatro filhos, no hospital local, cujas orelhas e lábios foram cortados por rebeldes do LRA, sem qualquer motivo aparente.

Atrocidades

O coordenador humanitário da ONU afirmou que desde que assumiu o cargo, há três anos, escutou histórias similares no Uganda, sul do Sudão e República Centro-Africana.

Ele salientou que a lista das atrocidades cometidas pelo grupo nos últimos 20 anos é demasiado longa e que não mostra sinais de que irá terminar.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud