Dia de África

25 maio 2010

Numa mensagem pelo Dia de África, celebrado esta terça-feira, Ban Ki-moon lembrou que as Nações Unidas são um parceiro chave do continente, apoiando os seus esforços em várias áreas, incluindo paz e segurança, desenvolvimento económico e social e integração regional.

[caption id="attachment_180426" align="alignleft" width="175" caption="Foto: UNU"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu à comunidade internacional para acelerar esforços e ajudar África a explorar o seu potencial para a paz e desenvolvimento sustentável.

Numa mensagem alusiva ao Dia de África, que se celebra esta terça-feira, Ban disse que o continente continua a influenciar a agenda global lembrando o mundo da sua responsabilidade para com os mais vulneráveis.

Parceiro Chave

A data comemora a criação, em 1963, da Organização de Unidade Africana, OUA, conhecida agora por União Africana, UA.

O Secretário-Geral lembrou que as Nações Unidas são um parceiro chave do continente, apoiando os seus esforços em várias áreas, incluindo paz e segurança, desenvolvimento económico e social e integração regional.

O embaixador da União Africana junto à organização mundial, António Tete, disse à Rádio ONU que a principal conquista dos 50 anos de independência em África é a liberdade.

"O continente africano é o continente do futuro. África é dotado de muitas matérias primas. Daqui até 2025 poderá ter cerca de 1 mil milhão de pessoas, ou seja, trata-se de um grande mercado em evolução" afirmou.

Independência

O Dia de África coincide este ano com os 50 anos da independência de vários países africanos francófonos e da Nigéria.

Ban Ki-moon disse que o movimento independentista que varreu o continente há cinco décadas resultou numa nova visão de desenvolvimento e colocou maior ênfase na democracia e gestão de relações internacionais.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud