Retirada de capacetes azuis do Chade preocupa PAM

6 maio 2010

Conselho de Segurança deverá decidir na sexta-feira sobre a retirada da componente militar da missão da ONU naquele país, Minurcat, na sequência de um pedido do governo chadiano; agência disse que um número crescente de ataques contra colunas humanitárias continua a dificultar o acesso a pessoas vulneráveis.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Agências humanitárias no Chade estão preocupadas com ameaças à segurança das suas operações após a retirada gradual dos capacetes azuis do país, nos próximos seis meses.

O Conselho de Segurança deverá decidir na sexta-feira sobre a retirada da componente militar da missão da ONU naquele país, Minurcat, na sequência de um pedido do governo chadiano.

Actos de Banditismo

O representante do Programa Alimentar Mundial, PAM, no Chade, Jean-Luc Siblot, disse a jornalistas, esta quinta-feira em Genebra, que um número crescente de incidentes e actos de banditismo contra colunas humanitárias continua a dificultar o acesso a pessoas vulneráveis.

Ele afirmou que as agências estão envolvidas numa corrida contra o tempo para distribuir comida antes do início da estação das chuvas, muito em breve. Siblot falou de dois ataques só nas últimas três semanas.

Actualmente, a protecção de deslocados, refugiados, outros civis e colunas de auxílio é feita pelos capacetes azuis das Nações Unidas e por forças locais que eles treinaram.

Funcionários humanitários esperam que essas forças locais possam continuar a desempenhar esse papel.

Ajuda Alimentar

A ONU estima que 2,5 milhões de pessoas no Chade necessitam de ajuda alimentar após fracas chuvas o ano passado terem causado um declínio de 34% na produção agrícola.

Jean-Luc Siblot disse aos jornalistas que o PAM precisa de US$ 65 milhões para financiar as suas operações no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud