Brasil doa US$ 2 milhões para agricultura do Haiti
BR

30 abril 2010

FAO afirma que a contribuição é importante para impulsionar o setor no país caribenho, como parte do plano de reconstrução após o terremoto; objetivo é que o Haiti possa produzir os alimentos que precisa.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, vai investir US$ 2 milhões, o equivalente a quase R$ 3,5 milhões, doados pelo Brasil, para estimular a agricultura no Haiti.

Segundo a agência da ONU, os recursos serão usados na compra e distribuição de sementes, fertilizantes, ferrramentas e outros insumos agrícolas para famílias haitianas.

Sementes

A FAO afirma que a contribuição é importante para impulsionar o setor no país caribenho, como parte do plano de reconstrução após o terremoto. O objetivo é que o Haiti possa produzir os alimentos que precisa.

A nova doação eleva para US$ 2,3 milhões, quase R$ 4 milhões, o total doado pelo Brasil no apoio à agricultura haitiana realizado pela agência.

O país também enviou 36 toneladas de sementes de milho, 36 toneladas de sementes de feijão e 172 quilos de sementes de hortaliças que estão sendo distribuídas a pequenos agricultures. Parte do material será guardado para uso nas próximas colheitas.

A FAO informa que já entregou sementes e ferramentas para mais de 68 mil famílias nas zonas afetadas pelo terremoto. Outras 40 mil famílias receberam apoio em Artibonite, região localizada no centro agrícola do Haiti.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud