Mundial de futebol pode ajudar a combater a fome, diz Kaká

29 abril 2010

Jogador brasileiro lembra que uma em cada seis pessoas no mundo sofre de fome crónica, a maioria crianças; numa mensagem de vídeo, futebolista volta a destacar campanha do PAM, “Encha a Caneca”.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Uma das estrelas do futebol mundial, o brasileiro Kaká, pediu aos milhões de adeptos do desporto-rei que irão assistir ao mundial na África do Sul para lutarem contra a fome no mundo.

Numa mensagem de vídeo, Kaká destacou a caneca vermelha de plástico, símbolo de uma campanha do Programa Alimentar Mundial, PAM, lançada em 2008 com apoio do brasileiro.

Famintos

A mensagem do jogador visa alertar o mundo para o sofrimento dos famintos do planeta.

A iniciativa ‘Encha a Caneca' foi criada para angariar fundos e aumentar a sensibilização sobre programas do PAM dedicados a alimentar crianças nas escolas em países em desenvolvimento.

Uma em cada seis pessoas no mundo sofre de fome crónica, a maioria crianças, como afirma Kaká, em inglês, no vídeo.

Embaixador

No vídeo, a estrela brasileira dialoga com um grupo de jovens jogadores de futebol e, segurando uma caneca vermelha, diz que eles também podem ser campeões no combate à fome.

Kaká, que joga actualmente no Real Madrid, foi nomeado Embaixador da Boa Vontade do PAM em 2007, quando tinha apenas 24 anos de idade.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud