Declaração de Direitos Humanos já foi traduzida para 370 línguas

29 abril 2010

Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos acaba de receber um certificado do Livro de Recordes do Guinness confirmando que a declaração é o texto mais traduzido na história da humanidade.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos acaba de bater um novo recorde mundial. É o texto mais traduzido da história da humanidade.

O Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos recebeu um certificado do Livro de Recordes do Guinness confirmando que a declaração foi traduzida para 370 línguas, do Abkhaz ao Zulu.

Dialectos

O órgão já havia recebido o mesmo certificado há uma década. Na altura, o texto havia sido traduzido para 298 idiomas. Desde então, o departamento das Nações Unidas recebeu um fluxo constante de pedidos para tradução.

As últimas traduções foram feitas para línguas e dialectos falados na Rússia, incluindo o idioma Evenki que é também usado na Mongólia e na China.

O número de falantes de cada um desses idiomas ou dialectos varia do Yakutian que é falado por cerca de 360 mil pessoas ao Nganasan que é a língua de comunicação de apenas 500 pessoas.