Delinquência juvenil preocupa autoridades de São Tomé

20 abril 2010

Presidente do Supremo Tribunal de Justiça do país disse que a crescente globalização no mundo aumentou a permeabilidade de São Tomé a crimes como tráfico de pessoas e de drogas; ele participou na conferência sobre Prevenção ao Crime e Justiça Criminal, em Salvador.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O fenómeno da delinquência juvenil, os chamados "meninos de rua", é um dos maiores desafios que São Tomé e Príncipe enfrenta no combate à criminalidade.

A afirmação foi feita pelo presidente do Supremo Tribunal de Justiça do país, Silvestre da Fonseca Leite, na cidade brasileira de Salvador, onde decorreu a conferência da ONU sobre Prevenção ao Crime e Justiça Criminal.

Crime Organizado

Numa entrevista à Rádio ONU, Fonseca Leite disse que a crescente globalização no mundo aumentou a permeabilidade de São Tomé a crimes como tráfico de pessoas e de drogas.

Ele afirmou, contudo, que a situação dos menores delinquentes continua a maior preocupação.

"O nosso sistema judicial não está preparado para lidar com este fenómeno. Até porque nem há instituição preparada para receber esses menores. Às vezes os menores com comporamentos desviantes são entregues aos seus pais, outros são presos e ficam na cadeia", afirmou.

Mas o presidente do Supremo Tribunal de Justiça santomense alertou para a emergência de novos tipos de crime, que não respeitam fronteiras.

Soluções Inovadoras

"Eles exploram qualquer espaço onde notam debilidade na actuação da justiça ou da polícia. É por isso que o governo estabeleceu contactos com outros países para criar condições para reforçar a fronteira e encontrar soluções inovadoras em termos legislativos", disse.

O Congresso da ONU sobre Prevenção ao Crime e Justiça Criminal terminou na segunda-feira com a adopção de um documento final que pede o reforço da cooperação internacional no combate a todas as formas de crime organizado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud