Situação dos povos indígenas é tragédia para o mundo, diz Ban
BR

19 abril 2010

Durante abertura da 9ª sessão do Fórum Permanente sobre Assuntos Indígenas, Secretário-Geral lembra que os indígenas representam 5% da população mundial mas 1/3 dos mais pobres; em alguns países, eles tem 600 vezes mais chances de contrair tuberculose.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou nesta segunda-feira que os povos indígenas de todo o mundo sofrem altos índices de pobreza, problemas de saúde, crime e abusos dos direitos humanos.

Ele participou da abertura da 9ª sessão do Fórum Permanente sobre Assuntos Indígenas na sede das Nações Unidas, em Nova York.

Violência

Ban afirmou que os indígenas representam 5% da população mundial, mas 1/3 dos mais pobres. Em alguns países, eles tem 600 vezes mais chances de contrair tuberculose e uma criança indígena pode morrer 20 anos antes do que uma que não é nativa.

Ele lembrou ainda que os indígenas vivem geralmente nas partes mais isoladas do planeta, do Ártico às savanas africanas.

O Secretário-Geral falou também sobre a violência diária, brutalidade, questões relativas à terra enfrentadas por essas comunidades, ameaças de conflitos armados, mudanças climáticas, falta de oportunidade educacional e discriminação.

Tragédia

Ban disse que trata-se de uma tragédia para os povos indígenas e o restante do mundo. Ele citou ainda a distorção da cultura e o uso para geração de lucro que não beneficia as comunidades.

Ban Ki-moon mencionou previsão de desaparecimento de 90% de todos os idiomas em 100 anos. A perda das línguas corrói um componente essencial da identidade de um grupo, de acordo com ele.

O Secretário-Geral pediu aos governos, comunidades indígenas, à ONU e outros parceiros para que a Declaração Sobre os Direitos do Povos Indígenas se torne uma realidade para todos. A 9ª sessão do Fórum Permanente sobre Assuntos Indígenas termina em 30 de abril.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud