Unamid estabelece contato com capacetes azuis sequestrados
BR

16 abril 2010

Porta-voz da missão disse que os militares, todos de nacionalidade sul-africana, estão vivos; Kemal Saiki informou que a comunicação com os capacetes azuis foi feita por meio das pessoas que os capturaram em Darfur.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.*

A missão conjunta da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid, disse nesta sexta-feira que conseguiu estabelecer contato com os quatro capacetes azuis desaparecidos desde domingo.

Em entrevista à Rádio ONU, o porta-voz da missão, Kemal Saiki, confirmou que os militares, todos de nacionalidade sul-africana, estão vivos.

Reféns

Ele afirmou que a Unamid continua sem saber a identidade do grupo que mantêm os reféns e o local onde eles estão detidos. Saiki revelou que o contato com os capacetes azuis foi feito por meio dos sequestradores.

O porta voz da Unamid ressaltou que não foi pedido nenhum resgate, mas que sempre foi política da ONU não pagar para a libertação de reféns.

Kemal Saiki disse que a missão quer o regresso seguro e incondicional dos capacetes azuis o mais depressa possível.

Emboscada

O grupo de dois homens e duas mulheres foi visto pela última vez no domingo à tarde, quando se preparava para sair da base, perto de Nyala, no estado de Darfur Sul, para as residências privadas a sete km de distância.

No mês passado, dois militares que estavam desaparecidos após ataque a uma patrulha da Unamid foram encontrados com a ajuda da população local. Em fevereiro, sete capacetes azuis da missão ficaram feridos em uma emboscada perto de Nyala.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud