Nações Unidas saúdam prolongamento da votação no Sudão

14 abril 2010

Porta-voz do Secretário-Geral disse que a ONU espera que a decisão venha a permitir que mais eleitores sudaneses votem, particularmente nas áreas onde problemas técnicos causaram atrasos no processo.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas saudaram a decisão das autoridades eleitorais sudanesas de prolongar a histórica votação no país até quinta-feira para permitir a resolução de muitas dificuldades técnicas que emergiram durante o escrutínio.

O porta-voz do Secretário-Geral, Martin Nesirky, disse a jornalistas na terça-feira que a ONU espera que a decisão venha a permitir que mais eleitores sudaneses votem, particularmente nas áreas onde esses problemas causaram atrasos no processo.

Problemas Técnicos

A Comissão Nacional de Eleições anunciou o prolongamento do período de votação após observadores internacionais terem denunciado problemas técnicos, incluindo boletins de voto enviados para estações eleitorais erradas e a ausência de nomes de eleitores de algumas listas.

As eleições começaram no domingo e deveriam inicialmente durar três dias. O processo é visto como um marco simbólico num país que recupera de uma guerra civil entre o norte e o sul que durou mais de duas décadas, além de um conflito em curso na região ocidental de Darfur.

A missão da ONU no Sudão, Unmis, tem vindo a fornecer apoio técnico e logístico à comissão eleitoral. Ban Ki-moon deixou bem claro este fim de semana que o escrutínio é liderado pelo governo e povo sudanês.

O Secretário-Geral enfatizou também a importância das eleições decorrerem num clima pacífico e de forma livre e credível.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud