Gorilas recebem ajuda da Missão da ONU no Congo
BR

31 março 2010

Monuc transfere os animais para uma reserva natural, após pedido pedido do Instituto Congolês para a Conservação da Natureza e da Fundação Diane Fossey; veterinários e ajudantes irão acompanhar os gorilas na viagem.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.*

Nove gorilas órfãos vão começar uma nova vida em uma reserva natural no leste da República Democrática do Congo, graças à assistência de capacetes azuis da missão da ONU no país, Monuc.

Após um pedido do Instituto Congolês para a Conservação da Natureza e da Fundação Diane Fossey, soldados das Nações Unidas irão transportar por via aérea três bebês gorilas de Goma, na província de Kivu Norte e seis gorilas adolescentes que estão no país vizinho, o Ruanda, para Kasugho, perto da reserva natural de Tayna.

Viagem

Cientistas acreditam que o transporte por terra seria difícil e traumatizante para os gorilas. Veterinários e outros ajudantes irão acompanhar os animais na viagem.

O chefe da Monuc, Alan Doss, anunciou a decisão de transferir os animais em uma cerimônia de entrega de prêmios na área de conservação ecológica, realizada na capital, Kinshasa.

O evento homenageou 19 congoleses, homens e mulheres, sendo que oito deles morreram no ano passado quando tentavam proteger e preservar a vida selvagem e recursos naturais do país.

Parques

Segundo o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, 200 guardas de parques naturais foram mortos nos últimos 15 anos, na região das Virungas.

A área está situada na fronteira entre a República Democrática do Congo, Ruanda e Uganda, onde a população de gorilas está diminuindo de forma significativa: atualmente, existem 6 mil animais.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud