Parceiros anunciam apoio orçamental a Moçambique

25 março 2010

Os doadores e as autoridades moçambicanas tiveram divergências em Dezembro na sequência do processo eleitoral, quando uma dezena departidos e coligações se viram impedidos de concorrer, total ou parcialmente.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Banco Mundial anunciou um apoio de US$ 110 milhões para reforço do orçamento do governo de Moçambique em 2010.

O auxílio do órgão equivale a 73% do total doado esta quarta-feira por um grupo de 19 países e instituições internacionais, incluindo o Banco Mundial, que financiam mais de metade do orçamento do país.

Doadores

Leia o boletim do Manuel Matola, em Maputo.

Os US$ 150 milhões financiados pelos parceiros correspondem a 27% do montante que a comunidade internacional vai dar este ano a Moçambique.

Os doadores e as autoridades moçambicanas tiveram divergências em Dezembro na sequência do processo eleitoral, quando uma dezena de

partidos e coligações se viram impedidos de concorrer, total ou parcialmente.

Na altura, os parceiros condicionaram os apoios a reformas à lei eleitoral e na administração pública, de modo a promover a boa governação.

O representante do grupo de doadores, Kari Alanko, destacou, contudo, a excelente parceria com o executivo de Maputo, garantindo que o apoio ao orçamento irá decorrer normalmente.

"Estamos satisfeitos com os planos do Governo em promover e desenvolver a boa governação e a governação económica. Acreditamos que o plano de reformas que o governo se comprometeu em levar a cabo nos próximos 12 meses e anos seguintes irá trazer melhorias para o país e seu povo", afirmou.

Orçamento

A primeira parte da ajuda internacional ao orçamento é normalmente transferida em Janeiro, mas, este ano, o desembolso só será feito em Abril.

Moçambique está entre os países mais pobres do mundo segundo o último relatório de desenvolvimento humano do Pnud.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud