Negociações entre israelenses e palestinos não podem ter provocações
BR

24 março 2010

Ban Ki-moon apresentou conclusões da recente visita ao Oriente Médio ao Conselho de Segurança da ONU; Secretário-Geral disse que a lista de problemas é grande, o tempo é curto, mas os dois lados precisam fazer mais para a construção da confiança.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York*.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que as negociações entre israelenses e palestinos não podem ser marcadas por provocações.

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira em Nova York, Ban disse aos extremistas que eles devem saber que os dois lados estão determinados a continuar as conversas.

Pontos

Esse foi um dos pontos abordados pelo Secretário-Geral em pronunciamento ao Conselho de Segurança, antes do encontro com jornalistas.

Ban Ki-moon apresentou conclusões da visita ao Oriente Médio, realizada no fim de semana, e da reunião do Quarteto Diplomático, formado por ONU, Rússia, Estados Unidos e União Europeia, na sexta-feira passada em Moscou.

Ele disse que não há outra alternativa para uma solução com dois Estados, Israel e Palestina, vivendo lado-a-lado. Ban lembrou que o Quarteto defende a continuação de negociações diretas entre as partes o mais rápido possível.

O objetivo seria resolver todas as questões finais em 24 meses. Ban afirmou que mais fatores positivos são necessários, como o congelamento das atividades de assentamento, o fim do bloqueio na Faixa de Gaza e do lançamento de foguetes contra Israel.

Lista

O Secretário-Geral da ONU ressaltou que a comunidade internacional vai continuar desempenhando papel crucial e que o Quarteto Diplomático irá monitorar a situação e estimular israelenses e palestinos.

Ban Ki-moon disse que a lista de problemas é grande, o tempo é curto, mas os dois lados precisam fazer mais para a construção da confiança e cumprimento das obrigações do Roteiro da Paz.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud