Quarteto pede acordo entre Israel e palestinianos em 24 meses

19 março 2010

Grupo que inclui representantes da ONU, Estados Unidos, Rússia e União Europeia reuniu-se esta sexta-feira em Moscovo; comunicado pede a Israel para suspender construção de habitações nos territórios ocupados.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

As conversações directas são um passo importante para a retomada de negociações bilaterais entre israelenses e palestinianos para uma solução definitiva para o Médio Oriente.

A afirmação é do Quarteto Diplomático, formado pelas Nações Unidas, Rússia, Estados Unidos e União Europeia, em comunicado conjunto emitido nesta sexta-feira, após encontro em Moscovo.

Segurança

No texto, lido por Ban Ki-moon, o grupo afirma que o acordo irá resultar num estado palestiniano independente, democrático e viável, que viverá lado-a-lado em paz e em segurança com Israel e outros países.

O Secretário-Geral disse que o grupo também defende um acordo negociado entre as duas partes em 24 meses, para o fim da ocupação que teve início em 1967.

O Quarteto salientou ainda que o estabelecimento de um estado pacífico na Cisjordânia e na Faixa de Gaza é essencial.

Apelo

O grupo apelou para o diálogo entre as duas partes e pediu para que Israel congele todas as actividades de construção de habitações e suspenda demolições e expulsões de Jerusalém Oriental.

O Quarteto também pediu à Autoridade Palestiniana para continuar os esforços para a melhoria da lei e da ordem, e o combate ao extremismo violento.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud