Biotecnologia nos países em desenvolvimento

5 março 2010

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

Uma conferência internacional sobre o uso de biotecnologias agrícolas nos países em desenvolvimento reuniu especialistas e representantes de dezenas de países em Guadalajara, no México.

O evento, realizado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, debateu a importância dessas técnicas diante da atual crise de insegurança alimentar no mundo.

Segundo a agência da ONU, o objetivo da biotecnologia convencional e moderna deveria ser reorientado em benefício dos agricultores pobres em países com poucos recursos.

A pesquisadora da Empresa Brasileira de Agropecuária, Marília Nutti, vice-presidente da conferência no México, disse à Rádio ONU, de Guadalajara, que a Embrapa já iniciou um programa de biofortificação para ajudar agricultores do Brasil e de outros países da América Latina e da África.

Acompanhe a entrevista concedida à Daniela Traldi.

Tempo Total: 8´23´´

Entrevista - Parte 1

Entrevista - Parte 2

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud