Projecto da OIT apoia mulheres seropositivas nos Camarões

26 fevereiro 2010

A iniciativa visa dar às mulheres que vivem com HIV-Sida mais independência financeira e melhorar a sua qualidade de vida; até agora, já ajudou mais de 100 mulheres em sectores como o comércio, alfaiataria, criação de animais e serviços de comunicações.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um projecto apoiado pela Organização Internacional do Trabalho, OIT, está a ajudar muitas mulheres que vivem com HIV no noroeste dos Camarões a conseguirem um salário através da sua participação em cooperativas.

Segundo uma nota da agência da ONU, pessoas que vivem com a doença enfrentam problemas de saúde mas também lutam para sobreviver economicamente.

Papel Histórico

A OIT disse que as cooperativas sempre desempenharam um papel histórico na assistência aos mais vulneráveis. Mas as pessoas que vivem com HIV eram marginalizadas e ignoradas, com as cooperativas a recusarem-se a conceder empréstimos devido aos riscos associados ao investimento.

A nova iniciativa apoiada pelas Nações Unidas e financiada pela agência sueca de cooperação internacional quer mudar esta situação.

O projecto visa dar às mulheres seropositivas mais independência financeira e melhorar a sua qualidade de vida. Até agora, já ajudou mais de 100 mulherers em sectores como o comércio, alfaiataria, criação de animais e serviços de comunicações.

Impacto Local

O coordenador do Programa Conjunto da ONU sobre HIV-Sida, Onusida, nos Camarões, Mamadou Sakho, disse que o projecto está a ter impacto a nível local, respondendo e reflectindo questões no terreno.

Os empréstimos são financiados através de um esquema de microcrédito estabelecido em três localidades do noroeste do país. A OIT e seus parceiros criaram uma série de salvaguardas para garantir o sucesso da iniciativa

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud