Crise e política social na América Latina

24 fevereiro 2010

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

Ministros e representantes de 17 países da América Latina e do Caribe se reuniram em Nova York para o 3º Fórum de Pensamento Social Estratégico para a região.

O evento foi promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, e pela Agência Espanhola de Cooperação de Desenvolvimento Internacional, com o objetivo de debater inovações de política social para enfrentar a crise econômica.

Efeitos

Segundo o Pnud, a crise global já levou mais de 9 milhões de pessoas à pobreza em 2009 e outros 2,5 milhões de moradores da América Latina ao desemprego.

O economista bengalês Muhammad Yunus, Prêmio Nobel da Paz de 2006, disse na abertura do encontro que a crise financeira pode ser encarada como uma oportunidade já que este é o momento para redefinir programas sociais, estimular negócios e emprego para os pobres, especialmente mulheres.

A representante residente adjunta do Pnud no Brasil, Maristela Marques Baioni, que participou do encontro, disse à Rádio ONU, em Nova York, que as políticas sociais desempenham papel fundamental para promover o desenvolvimento humano.

Acompanhe a entrevista. Tempo total 11'03"

Maristela Marques Baioni - parte 1

Maristela Marques Baioni - parte 2

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud