Cabo Verde vai sediar instituto de integração regional

24 fevereiro 2010

Uma nota da Unesco indica que o centro visa consolidar as múltiplas redes que se dedicam à integração regional na África Ocidental e ajudar os decisores a tomarem medidas estratégicas de promoção do desenvolvimento social, económico e cultural.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Representantes de países da Comunidade Económica da África Ocidental, Cedeao, debateram na sede da Unesco, em Paris, as modalidades da criação de um instituto internacional de pesquisa para promover a integração regional.

A reunião de três dias terminou esta quarta-feira na capital francesa. O centro ficará sediado na cidade da Praia, capital de Cabo Verde e deverá ser inaugurado ainda este ano.

Medidas Estratégicas

Uma nota da agência da ONU indica que o instituto visa consolidar as múltiplas redes que se dedicam a integração regional e ajudar os decisores a tomarem medidas estratégicas de promoção do desenvolvimento social, económico e cultural.

O ministro caboverdiano dos Negócios Estrangeiros, José Brito, que participou no encontro, disse à Rádio ONU, de Paris, que a lei que cria o instituto deverá ser aprovada ainda esta semana pelo parlamento em Cabo Verde.

"A partir daí podemos criar formal e legalmente o instituto que já recebeu o estatuto de categoria 2 da Unesco. Além disso, discutimos nesta reunião e vamos aprovar os estatutos do centro, os seus órgãos de funcionamento, os critérios de designação desses órgãos, particularmente o conselho de administração e ao mesmo tempo definir os critérios de recrutamento" disse.

O projecto foi adoptado pela 35ª Conferência Geral da Organização da ONU para Educação, Ciência e Cultura, em Outubro de 2009.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud