Advogada americana é nova promotora do tribunal para Serra Leoa (Português África)

22 fevereiro 2010

Brenda Joyce Hollis vinha exercendo o cargo de advogada chefe no escritório do Promotor do tribubal, desde 2007, liderando a equipa que processa o antigo presidente da Libéria, Charles Taylor, acusado de crimes de guerra e contra a humanidade.

[caption id="attachment_165326" align="alignleft" width="175" caption="Serra Leoa"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, nomeou a advogada americana Brenda Joyce Hollis como nova promotora do Tribunal Especial para a Serra Leoa.

Ela vinha exercendo o cargo de advogada chefe no escritório do Promotor do tribunal, desde 2007, liderando a equipa que processa o antigo presidente da Libéria, Charles Taylor, acusado de crimes de guerra e contra a humanidade.

Atrocidades

O Tribunal Especial para a Serra Leoa é apoiado pelas Nações Unidas para julgar as piores atrocidades cometidas durante a guerra civil naquele país da África Ocidental.

Antes de trabalhar na Serra Leoa, Joyce Hollis foi uma consultora em legislação internacional e procedimento criminal, ajudando a formar juízes, procuradores e investigadores em tribunais internacionais na Indonésia, Iraque e Cambodja.

Ela ajudou também vítimas de crimes na República Democrática do Congo e Colômbia a prepararem submissões solicitando inquéritos ao Tribunal Penal Internacional, TPI, em Haia.

A corte independente para a Serra Leoa foi criada conjuntamente pela ONU e pelo governo daquela nação africana em 2002 para julgar os principais responsáveis pelos crimes cometidos no país após 1996.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud