Conselho de Segurança discute estratégias de retirada para missões de paz

12 fevereiro 2010

Ban defendeu a coordenação de esforços entre os actores da ONU e a comunidade internacional e o reforço de capacidades nacionais para tornar a paz mais sustentável.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque .

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse que a organização aprendeu lições valiosas sobre como melhor assegurar a transição entre as fases de manutenção e de construção da paz.

Falando esta sexta-feira numa sessão aberta do Conselho de Segurança sobre o tema, Ban sublinhou a importância de elaborar estratégias adequadas para a retirada das forças de paz quando os conflitos são solucionados e a estabilidade alcançada.

Paz Sustentável

Ele defendeu a coordenação de esforços entre os actores da ONU e a comunidade internacional e o reforço de capacidades nacionais para tornar a paz mais sustentável.

O Secretário-Geral indicou que as missões de paz das Nações Unidas não deveriam permanecer nos países por mais tempo do que o necessário, mas que também não deveriam retirar-se prematuramente devido ao risco de um regresso da violência.

Ban salientou que a etapa final das operações de paz devem incluir o apoio aos processos político e de reconciliação e um impulso à criação de empregos.

Falando na mesma reunião, o Subsecretário-geral para Operações de Manutenção da Paz, Alain Le Roy, disse que as missões só devem retirar-se após assegurarem a estabilidade, autoridade política legítima, recomeço de serviços básicos e recuperação sócio-económica.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud