Perspectiva Global Reportagens Humanas

Redução de desastres no Haiti

Redução de desastres no Haiti

ONU está atuando em conjunto com parceiros e doadores para assegurar que escolas, hospitais e casas sejam reconstruídas com planejamento estratégico; Estratégia Internacional das Nações Unidas para Redução de Desastres disse que esforços devem durar 10 anos.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

A Estratégia Internacional da ONU para Redução de Desastres anunciou que está trabalhando para garantir que os princípios para a diminuição do risco de catástrofes sejam aplicados às diferentes fases do processo de reconstrução do Haiti.

O porta-voz do órgão, Praveen Pardeshi, disse nesta sexta-feira, quando o terremoto completa um mês, que as Nações Unidas estão atuando em conjunto com parceiros e doadores para assegurar que escolas, hospitais e casas sejam erguidas com planejamento estratégico.

Fundamental

Ele afirmou que pelo menos 10 anos serão necessários para reconstruir o Haiti mas que é fundamental ter infraestrutura mais segura.

Pardeshi ressaltou que o órgão espera que pelo menos 10% dos US$10 bilhões, R$18 bilhões, estimados para os esforços de reconstrução sejam destinados à redução da vulnerabilidade do país caribenho para desastres.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, disse nesta sexta-feira que não tem evidências de que hospitais estariam cobrando as vítimas do terremoto por medicamentos.

O porta-voz da OMS, Paul Garwood, afirmou que o Ministério da Saúde do Haiti vai continuar fornecendo remédios e suplementos hospitalares gratuitos para hospitais públicos, centros de saúde e organizações não governamentais.

Água

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, está fornecendo água potável para mais de 911 mil pessoas em 300 locais de Porto Príncipe, Leogane e Jacmel.