Projeto apoiado pelas Nações Unidas ensina afegãos a desativar explosivos
BR

2 fevereiro 2010

Só no ano passado, mais de 100 afegãos morreram e muitos outros foram afetados por incidentes relacionados a explosivos de guerra e bombas não detonadas; quase 1,3 mil minas terrestres foram desativadas só em 2009 no país.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

Afegãos de oitos províncias do país estão sendo treinados para desativar minas terrestres nas comunidades onde vivem.

O projeto tem o apoio da ONU e do governo e já ajudou a reduzir o número de mortes provocadas também por explosivos de guerra e bombas não detonadas.

Fatalidades

O diretor do Programa de Ação Coordenada do Centro do Afeganistão contra Minas, Macca na sigla em inglês, Haider Reza, disse que apesar da diminuição a média de fatalidades ainda é alta.

Segundo ele, cerca de 40 pessoas morrem ou ficam feridas todos os meses por minas terrestres no país asiático. Há três anos a média era de 150 por mês.

Só no ano passado, mais de 100 afegãos morreram e muitos outros foram afetados por incidentes relacionados a explosivos de guerra e bombas não detonadas. Quase 1,3 mil minas terrestres foram desativadas só em 2009.

Livres

Haider Reza informou que o objetivo é ajudar as famílias locais para que elas possam trabalhar nas terras, ter renda e cuidar dos animais.

Nos últimos 20 anos, 15 mil áreas de risco foram liberadas no Afeganistão, com mais de 1,3 mil comunidades declaradas livres de minas terrestres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud