Haiti: ONU pede papel ativo das mulheres na recuperação do país
BR

1 fevereiro 2010

Comitê das Nações Unidas sobre a Eliminação de Discriminação contra a Mulher disse em nota que as necessidades e capacidades das mulheres devem ser levadas em consideração porque a participação feminina é crucial para a efetividade e sustentabilidade a longo prazo.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

O Comitê das Nações Unidas sobre a Eliminação de Discriminação contra a Mulher, que está em sessão em Genebra, fez um apelo à comunidade internacional, agências da ONU e organizações de ajuda humanitária para a participação ativa de mulheres em todas as fases de programas de gestão de emergência no Haiti.

Em comunicado emitido nesta segunda-feira, o Comitê afirma que elas podem contribuir para o planejamento e implementação de ações, além de trazer perspectivas valiosas para a resposta aos esforços de assistência.

Participação feminina

A dirigente do órgão, Naéla Mohamed Gabr, disse que as necessidades e capacidades das mulheres devem ser levadas em consideração em todos os setores porque a participação feminina é crucial para a efetividade e sustentabilidade a longo prazo.

Gabr ressaltou que a força e resistência das mulheres estão em alta demanda, mas elas precisam de necessidades básicas atendidas, como segurança, dignidade, saúde e preocupação nutricional.

Ela enfatizou que a compreensão da dinâmica de gênero nas comunidades é um elemento fundamental para a eficácia da ajuda humanitária, da reabilitação e reconstrução.

Proteção

Naéla Mohamed Gabr lembrou que a proteção dos direitos humanos para as mulheres é tão importante quanto o auxílio médico, alimentação e abrigo.

Ela pediu às equipes de emergência para colocarem em prática um sistema de segurança coordenado e tomar as medidas necessárias para a proteção de mulheres, crianças e os mais vulneráveis.

O Comitê é o órgão responsável por monitorar a implementação da Convenção da ONU sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher, ratificada por 186 Estados membros.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud