África registou taxa de desemprego de 8,2% em 2009 (Português África)

26 janeiro 2010

Relatório da Organização Internacional do Trabalho revela que taxa de desemprego global deverá permanecer elevada em 2010; total de jovens desempregados é o maior desde 1991.

[caption id="attachment_173878" align="alignleft" width="175" caption="Foto: World Bank "]

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova Iorque *.

O número de desempregados em todo o mundo chegou a 212 milhões de pessoas em 2009, 34 milhões a mais do que o registado em 2007, segundo relatório divulgado nesta terça-feira pela Organização Internacional do Trabalho, OIT.

O estudo ‘Tendências Mundiais de Emprego' revela que a taxa de desemprego global deverá permanecer elevada ao longo de 2010.

Estatísticas Globais

Segundo a OIT só nos países desenvolvidos e na União Europeia cerca de 3 milhões de pessoas devem perder o trabalho este ano. Em outras regiões a expectativa é de estabilidade ou até leve melhoria nos índices.

O relatório assinala que o número de jovens desempregados no mundo aumentou em 10,2 milhões em 2009, a maior subida registada desde 1991.

Na África Subsaariana, estima-se que a taxa de desemprego aumentou para 8,2% o ano passado e esperam-se poucas mudanças entre 2009 e 2010.

O director-geral da OIT Juan Somavia disse que a mesma decisão política que salvou os bancos pode ser tomada para criar postos de trabalho em todo o mundo através de forte convergência entre o sector público e o privado.

*Apresentação: Carlos Araújo, Rádio ONU, em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud