Conselho de Direitos Humanos da ONU vai debater Haiti

26 janeiro 2010

Reunião terá lugar na quarta-feira em Genebra, na Suiça, a pedido do Brasil; ministro brasileiro dos Negócios Estrangeiros, Celso Amorim, participará no evento.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas vai realizar sessão especial em apoio ao processo de recuperação do Haiti após o terramoto que atingiu o país há duas semanas.

A reunião vai acontecer nesta quarta-feira em Genebra a pedido do Brasil. O Ministro das Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, já está na Suíça para o encontro.

Futuro do Haiti

Amorim esteve no Haiti no último fim de semana e passou a segunda-feira em Montreal, no Canadá, para o evento ‘Amigos do Haiti', que reuniu representantes da ONU e de dezenas de países para discutir a situação e o futuro da ilha caribenha.

A embaixadora da Missão Permanente do Brasil junto aos organismos das Nações Unidas em Genebra, Maria Nazareth Farani Azevedo, disse à Rádio ONU, da cidade suíça, que o objectivo da sessão especial é avaliar também as condições relacionadas aos direitos humanos dos haitianos.

"A situação de direitos humanos no Haiti já era uma matéria de preocupação para a comunidade internacional antes do terramoto. Com o terramoto, essa situação se agravou. E há várias questões de direitos humanos que o Conselho poderia ajudar a encontrar soluções, por exemplo as crianças sem cuidados de parentes", afirmou.

Sessão Especial

A embaixadora afirmou que mais de 30 países membros do Conselho de Direitos Humanos apoiaram o pedido brasileiro para a sessão especial, incluindo China e Estados Unidos.

Um documento deve ser apresentado após o encontro.

*Apresentação: Carlos Araújo, Rádio ONU, Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud