ONU preocupada com efeitos do bloqueio em Gaza sobre sistema de saúde
BR

20 janeiro 2010

O coordenador para assistência humanitária das Nações Unidas nos territórios palestinos, Maxwell Gaylard, ressaltou que os hospitais e clínicas da Faixa de Gaza funcionam em condições limitadas e que realizam um trabalho heróico.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

O coordenador para assistência humanitária da ONU nos territórios palestinos, Maxwell Gaylard, disse nesta quarta-feira que está muito preocupado com os efeitos do bloqueio israelense na Faixa de Gaza sobre o sistema de saúde na região.

Ele afirmou que médicos, enfermeiros, administradores e equipe de suporte técnico não saíram de Gaza para treinamento e formação adicional.

Condições

Gaylard ressaltou que os hospitais e clínicas da região funcionam em condições limitadas e que realizam um trabalho heróico.

Ele lembrou que muita infraestrutura foi danificada em Gaza durante a operação militar israelense há um ano e que já havia deterioração antes disso.

Gaylard ressaltou que em apenas um hospital a construção de uma ala está parada há seis anos.

O coordenador para assistência humanitária também disse que é preciso prestar atenção em outros setores, como eletricidade.

Desafios

Ele disse que saneamento e água são desafios que estão à beira de um desastre em Gaza.

Gaylard afirmou que há preocupação específica quanto as 1,5 milhão de crianças que tem menos de 18 anos de idade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud