OIM recebe € 900 mil para garantir segurança alimentar em Angola

12 janeiro 2010

Segundo a OIM no país, este projecto irá beneficiar cerca de 8 mil pessoas, na província de Huambo; um dos objectivos é estabilizar as migrações rurais.

[caption id="attachment_171481" align="alignleft" width="175" caption="Photo : Unhcr"]

Ana Ventura Miranda, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, anunciou esta terça-feira que vai apoiar comunidades de retornados em Angola, com um novo fundo de € 900 mil da Agência de Cooperação Internacional espanhola.

Segundo a OIM no país, os fundos vão ser utilizados para garantir a segurança alimentar em comunidades vulneráveis impactadas por um grande número de retornados e de populações afectadas por desastres naturais.

Beneficiários

A representante da OIM em Angola, Katharina Schnoring, disse à Rádio ONU de Luanda, que este projecto irá beneficiar cerca de 8 mil pessoas, na província de Huambo, incluindo refugiados que regressaram, ex-combatentes e membros das comunidades locais.

"O objectivo deste projecto é aumentar a segurança alimentar destas províncias, que é extremamente importante agora, que vão chegar mais retornados, no ano de 2010, da Zâmbia e possivelmente República Democrática do Congo", afirmou.  

Segundo o órgão das Nações Unidas, o projecto visa também restabelecer os meios de subsistência, apoiar a agricultura, reabilitar bombas de água e infra-estruturas de irrigação.

Migrações

Schnoring disse que o objectivo do programa é estabilizar as migrações rurais para áreas urbanas. Muitas pessoas vão para zonas urbanas em busca de trabalho e comida, e na maior parte dos casos a situação piora.

Ela afirmou ainda, que o projecto foi muito bem recebido pelos beneficiários, que mostraram grande interesse na adopção de formas inovadoras de cultivo e de irrigação.

A OIM diz que este é o quarto projecto desenvolvido em Angola com os fundos da cooperação espanhola.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud