ONU diz que não vai abandonar a Somália

8 janeiro 2010

Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária afirma que as organizações humanitárias têm lutado para manter as suas actividades, apesar da exigência de pagamentos para garantir segurança, raptos e assassinatos.

[caption id="attachment_174648" align="alignleft" width="175" caption="ONU na Somália"]

Ana Ventura Miranda, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária afirmou que as Nações Unidas não têm intenção de abandonar a Somália apesar da conjuntura em que as operações estão a decorrer.

A porta-voz do Ocha em Genebra, Elizabeth Byrs, disse em conferência de imprensa esta sexta-feira que apesar da retirada do Programa Alimentar Mundial, várias agências das Nações Unidas vão continuar a operar no sul do país.

Operações

Byrs acrescentou ainda que as organizações humanitárias têm lutado para manter as suas actividades, apesar da exigência de pagamentos para garantir segurança, raptos e assassinatos.

A porta-voz do Programa Alimentar Mundial em Genebra, Emilia Casela, disse que as actividades humanitárias no sul da Somália continuam suspensas, mas que o PAM pretende retomar as operações na região assim que a segurança dos funcionários esteja assegurada.

Na passada terça-feira a agência da ONU encerrou temporariamente os seus escritórios no sul do país, deslocando funcionários e abastecimentos alimentares para áreas mais seguras.

Ameaças

Funcionários de agências da ONU no terreno têm sido vítimas de ameaças e ataques por parte de grupos armados, como a milícia Al-Shabaab que controla a região.

A suspensão das actividades deixou mais de um milhão de pessoas carenciadas sem distribuição de alimentos.

O PAM diz que está em contacto com a administração local e está aberto ao retorno das operações humanitárias.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud