ONU participa de investigação após morte no Timor Leste
BR

30 dezembro 2009

Missão das Nações Unidas no país, Unmit, informa que duas pessoas foram atingidas por tiros que teriam sido disparados por um policial da Pntl; uma morte foi confirmada e a outra vítima teria ficado ferida.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas confirmaram nesta quarta-feira participação na investigação de um crime supostamente cometido pela polícia do Timor Leste.

Segundo a Missão da ONU no país, Unmit, o incidente aconteceu quando membros da polícia nacional, Pntl, e da Polícia das Nações Unidas, Unpol, responderam a um chamado de desordem numa área da capital Dili em 28 de dezembro.

Morte

A Unmit informa que duas pessoas foram atingidas por tiros que teriam sido disparados por um policial da Pntl. Uma morte foi confirmada e a outra pessoa teria ficado ferida.

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, o comissário substituto da polícia da ONU, Idris Ibrahim, ofereceu condolências às famílias das vítimas e afirmou que o incidente foi lamentável.

Ele afirmou que, além da investigação, um inquérito conjunto com as forças de segurança do país deve ser instaurado.

Conduta

Ibrahim pediu aos timorenses que continuem a seguir a lei e mantenham conduta pacífica.

O comissário garantiu que a polícia está tomando as medidas necessárias e lembrou que o uso excessivo de força é proibido por leis internacionais e do Timor Leste. Ele disse que isso não será tolerado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud