Conselho de Segurança impõe sanções à Eritreia
BR

24 dezembro 2009

Conselho expressou preocupação após a rejeição da Eritreia sobre o Acordo de Djibuti, um tratado de paz mediado em 2008 pelas Nações Unidas.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU impôs nesta quarta-feira sanções à Eritreia por apoiar insurgentes que tentam derrubar o novo governo da Somália.

A resolução recebeu aval de 13 dos 15 membros do Conselho, e estabelece embargo de armas, proibições de viagens de altos funcionários políticos e oficiais militares e congela ativos do país.

Rejeição

O Conselho de Segurança expressou preocupação após a rejeição da Eritreia sobre o Acordo de Djibuti, um tratado de paz mediado em 2008 pelas Nações Unidas entre o Governo Transitório Federal da Somália, TFG, e a Aliança para a Nova Libertação da Somália, ARS.

O órgão afirmou que, apesar do pacto, a Somália está sem autoridade central há quase duas décadas. Eritreia e Djibuti também estariam envolvidos em disputa de fronteira.

A resolução também determina que todos os estados membros, em particular a Eritreia, cessem o treinamento e equipamento de grupos armados, incluindo o grupo islâmico Al-Shabaab. A decisão pede ainda que todas as nações apoiem o processo de paz em Djibouti.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud