África quer erradicar mosca tsé tsé

23 dezembro 2009

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Comissão da União Africana e a Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, assinaram um memorando de entendimento que define as modalidades de uma cooperação para erradicar a tripanossomíase, ou doença de sono, espalhada pela mosca tsé tsé.

A doença é endémica em 35 países do continente onde mata milhares de pessoas e cabeças de gado, diminui a produtividade e causa pesadas perdas económicas.

Uma campanha pan-africana para combater a doença já foi implementada com êxito em várias nações. Uma nota da agência da ONU indica que a Namíbia e o Botswana erradicaram completamente a mosca tsé tsé.

A Rádio ONU entrevistou o etimologista do Departamento de Controle de Pragas da Aiea, Rui Cardoso Pereira, sobre a iniciativa conjunta da agência da ONU e da União Africana.

Oiça a entrevista.

Tempo total 9'50"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud