Situação dos migrantes em Portugal

18 dezembro 2009

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A migração pode ser uma experiência positiva e enriquecedora não só para os próprios migrantes mas também para as sociedades de origem e de acolhimento. Contudo, para muitos migrantes a realidade é bem diferente: são confrontados com situações de discriminação, exploração e violência.

A afirmação consta da mensagem divulgada esta sexta-feira pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, por ocasião do Dia Internacional dos Migrantes.

Segundo estimativas das Nações Unidas, 3% da população mundial, cerca de 200 milhões de pessoas, viviam em 2009 fora do país onde nasceram.

Para Ban, a crise económica exacerbou a vulnerabilidade dos migrantes. Muitos países impuseram restrições mais serevas à circulação de pessoas e adoptaram medidas mais duras contra a forma ilegal desse fenómeno.

Portugal é um país de acolhimento para milhares pessoas provenientes principalmente de países africanos de língua portuguesa, do Brasil e do leste da Europa.

Numa entrevista à Rádio ONU, a representante da Organização Internacional para Migrações, OIM, em Lisboa, Mónica Goracci, falou sobre as várias dimensões e desafios da migração em Portugal.

Oiça a entrevista.

Tempo total 6'42"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud