Japão apoia educação primária na Somália

17 dezembro 2009

Segundo o Unicef, doação de US$ 4 milhões do governo japonês vai ajudar comunidades locais a reduzirem a taxa de abandono escolar e aumentar novas matrículas, particularmente de raparigas.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais de 180 mil crianças e 3 mil professores na Somália vão receber livros e outros materiais escolares graças a uma generosa contribuição do governo japonês.

Segundo um comunicado divulgado na quarta-feira pelo Fundo da ONU para a Infância, Unicef, o Japão fez uma doação US$ 4 milhões no início deste ano para o fornecimento de serviços essenciais nas áreas de saúde, educação, água e saneamento.

Circunstâncias Difíceis

A ajuda visa combater o impacto da alta dos preços da comida, a continuação do conflito militar e as mudanças climáticas.

A vice-representante do Unicef no país do Corno de África, Hannan Sulieman, disse durante a cerimónia de entrega dos livros que a taxa de matrículas de crianças nas escolas é afectada pelas dificuldades enfrentadas pelas suas famílias.

Ela realçou que a doação japonesa vai fornecer apoio crucial aos esforços da agência das Nações Unidas para assegurar que as crianças frequentam as escolas, mesmo em circunstâncias difíceis.

Abandono Escolar

O Unicef é actualmente o único órgão que fornece livros e outros materiais escolares para a educação primária na Somália. A agência forma também professores.

A doação do Japão vai ajudar as comunidades a reduzir a taxa de abandono escolar e aumentar novas matrículas, particularmente de raparigas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud