Conselho de Segurança renova mandato de missão em Golã
BR

16 dezembro 2009

O Secretário-Geral Ban Ki-moon disse em relatório que, apesar da calma aparente, a presença da missão na região é essencial devido a tensões locais.

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança renovou nesta quinta-feira a missão de 35 anos das Nações Unidas que garante o cessar fogo entre Israel e Síria nas Colinas de Golã.

O novo mandato das Forças de Observação da ONU, Undof, vale por mais seis meses e vai até 30 de junho de 2010.

Essencial

O Secretário-Geral Ban Ki-moon disse em relatório que, apesar da calma aparente, a presença da missão na região é essencial devido a tensões locais.

Segundo Ban, Síria e Israel concordaram com a extensão. Ele alertou que os US$45 milhões aprovados para a força até o ano que vem enfrentam déficit de quase US$20 milhões desde setembro.

O Secretário-Geral pediu para Israel e Síria retomarem as conversações de paz indiretas, lideradas pela Turquia, para que os países cheguem a paz abrangente.

Ele ainda citou que, nos últimos seis meses, os dois lados negaram acesso a equipes de inspeção e impuseram restrições aos trabalhos da equipe da ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud