Activista queniana nomeada Mensageira da Paz da ONU

15 dezembro 2009

Wangari Maathai venceu o Prémio Nobel da Paz em 2004 pelo seu trabalho em prol do meio ambiente em África; cerimónia terá lugar esta terça-feira em Copenhaga.

[caption id="attachment_173933" align="alignleft" width="175" caption="Wangari Muta Maathai"]

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Prémio Nobel da Paz e activista ecológica, Wangari Maathai, vai ser nomeada Mensageira da Paz da ONU com ênfase especial em questões ambientais.

A cerimónia terá lugar esta terça-feira em Copenhaga, durante a conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.

Excelente Escolha

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse que os resultados alcançados pela activista queniana na área de conservação ecológica e desenvolvimento sustentável, ao longo da sua carreira, fazem dela uma excelente escolha.

A professora Wangari Maathai venceu o Prémio Nobel da Paz em 2004, a única mulher africana a vencer o galardão. Ela fundou um grupo comunitário que já plantou mais de 40 milhões de árvores em várias regiões africanas e trabalha para reduzir a pobreza.

Nas últimas quatro décadas, a activista ja foi também ministra, legisladora, professora universitária e defensora dos direitos das mulheres.

Mensageiros da Paz são indivíduos amplamente reconhecidos pelo seu trabalho nas artes, literatura, desporto e entretenimento que ajudam a estimular a consciência mundial sobre os ideais e actividades da ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud