Ban apela a mais fundos para enfrentar crises

9 dezembro 2009

Ban Ki-moon pediu aos países doadores para ajudarem a ONU a responder de forma mais eficaz a desastres inesperados e crises abandonadas, contribuindo para o Cerf; fundo tem por meta a angariação de US$ 500 milhões por ano.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou esta quarta-feira aos doadores para contribuirem de forma generosa para o Fundo Central de Resposta de Emergência da organização, Cerf na sua sigla em inglês.

Ban relembrou que o fundo é um dos principais instrumentos para a resposta internacional a desastres, quer se tratem de emergências imprevistas como tremores de terra ou crises abandonadas.

Mudanças Climáticas

Falando na conferência anual de países contribuintes, ele disse que o Cerf é rápido, eficiente e salva vidas. Ban Ki-moon destacou que os efeitos de mudanças climáticas estão a agravar as necessidades de emergência.

O Secretário-Geral indicou que em 2009 equipas humanitárias da ONU em mais de 45 nações usaram cerca de US$ 340 milhões do fundo para ajudar milhões de pessoas.

Apesar dos progressos, Ban alertou para a necessidade da ONU permanecer vigilante, afirmando que as necessidades humanitárias vão aumentar nos próximos anos.

Secas e Cheias

Ele notou que as alterações climáticas já estão a afectar milhões de pessoas todos os anos através de tempestades, secas e cheias mais frequentes e intensas.

O Cerf tem uma meta anual de financiamento de US$ 500 milhões. Dois terços deste montante são usados para desastres inesperados enquanto o restante 1/3 é canalizado para crises abandonadas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud