Milhões de etíopes vão precisar de ajuda alimentar em 2010

9 dezembro 2009

Segundo a ONU, a situação causada por uma seca prolongada e por fracas colheitas vai permancer no próximo ano apesar dos esforços do governo e dos seus parceiros; serão precisos US$ 270 milhões para financiar a compra dessa ajuda.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Cerca de 4,8 milhões de etíopes vão necessitar de ajuda alimentar de emergência nos primeiros seis meses de 2010, de acordo com estimativas do Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha.

Segundo o órgão, a situação causada por uma seca prolongada e por fracas colheitas vai permancer no próximo ano apesar dos esforços do governo e dos seus parceiros para enfrentar os actuais desafios.

Seca Prolongada

Um comunicado divulgado na terça-feira indica que serão necessários US$ 270 milhões para financiar a compra dessa ajuda alimentar.

O país precisa de quase US$ 200 milhões para comprar cerca de 529 mil toneladas de comida, US$ 24 milhões para alimentos com valor nutritivo para crianças e o restante para despesas na área da saúde, água potável, saneamento e agricultura.

Em Outubro deste ano, o governo da Etiópia e as agências humanitárias disseram que o país necessitava de US$ 175 milhões adicionais para fornecer assistência a 6,2 milhões de pessoas afectadas por uma seca prolongada.

Segurança Alimentar

Na altura, o Ocha realçou que o número de pessoas vulneráveis tinha vindo a aumentar gradualmente desde Janeiro.

A situação de segurança alimentar foi fragilizada por fracas chuvas em 2008 e pelo impacto da alta dos preços da comida a nível global.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud