Diplomata do Bangladesh é novo chefe da Unmit

2 dezembro 2009

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon, já informou o Conselho de Segurança sobre a sua intenção de nomear Ameerah Haq para a chefia da missão da ONU em Timor Leste; ele desempenha actualmente o cargo de coordenador humanitário da organização no Sudão.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Ameerah Haq, do Bangladesh, um funcionário veterano da ONU com longa experiência na resolução de crises no Sudão e Afeganistão, vai ser o novo chefe da missão das Nações Unidas em Timor Leste, Unmit.

Haq, que é o vice-representante de Ban Ki-moon no Sudão, vai substituir o diplomata indiano, Atul Khare.

Crises

Antes do Sudão, ele desempenhou o mesmo cargo no Afeganistão. Ameerah Haq foi o coordenador humanitário das Nações Unidas nos dois países.

Um porta-voz do Secretário-Geral disse esta quarta-feira que Ban Ki-moon já informou o Conselho de Segurança sobre a sua intenção de nomear o diplomata do Bangladesh para a chefia da Unmit.

No seu último discurso ao conselho, em Outubro, Khare alertou que qualquer redução do número de forças internacionais de segurança em Timor deveria ser feita com cautela. Ele disse que o critério para o sucesso no país não é a ocorrência de crises mas como elas serão enfrentadas e resolvidas no futuro.

A Unmit conta actualmente com cerca de 1,5 mil polícias, 32 oficiais militares e 1,2 mil funcionários civis locais e internacionais.

Referendo Popular

A presença da ONU no território teve início em 1999 quando as Nações Unidas ajudaram a organizar um referendo popular no qual a população timorense votou de forma esmagadora para a independência da Indonésia.

Antes de trabalhar no Sudão e Ageganistão, Haq foi vice-director do Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud