Unicef mostra avanços no combate à Aids
BR

30 novembro 2009

O relatório “Crianças e Aids”, divulgado nesta segunda-feira, sugere progressos feitos para impedir a transmissão do vírus HIV de mãe para filho; situação é mais preocupante em alguns países da África.

João Duarte, da Rádio ONU em Londres*.

Um estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infâcia, Unicef, afirma que esforços nacionais para combater a Aids, em particular a transmissão do vírus de mãe para filho, mostram resultados encorajadores.

O relatório "Crianças e Aids", divulgado nesta segunda-feira, foi elaborado em conjunto com a Organização Mundial da Saúde, OMS, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV-Aids, Unaids, e o Fundo de População das Nações Unidas.

Relatório

Os dados sugerem progressos feitos para impedir a transmissão do vírus HIV das mães para os filhos, e no aumento dos testes em mulheres grávidas infectadas com HIV.

A África do Sul é o país onde houve mais avanços no continente africano nos tratamentos para impedir a transmissão do vírus de mãe para filho.

A diretora-executiva do Unicef, Ann Veneman, afirma que em termos globais 45% de mulheres grávidas infectadas recebem hoje tratamento, um aumento de 200% em relação aos índices registrados em 2005.

Acesso

Ainda de acordo com o documento, um dos casos onde é necessário agir com mais urgência é a Nigéria, onde cerca de 90% de mulheres grávidas com HIV não têm acesso a tratamentos para impedir a transmissão do vírus para os filhos.

O relatório destaca a situação das mulheres e jovens entre15 e 24 anos de idade, um dos grupos de risco mais elevado.

Na África subsaariana, esse grupo constitui quase 70% dos casos de novas infeçcões.

* Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud